Diminutivo em português, você sabe como usar?

 como usar o diminutivo em português

COMO USAR O DIMINUTIVO EM PORTUGUÊS?

Muitos alunos ficam em dúvida quanto ao uso do diminutivo em português do Brasil, porém os brasileiros são conhecidos mundialmente pelo uso do diminutivo em seu vocabulário cotidiano. Quem nunca ouviu ou falou: -“Um cafezinho, por favor”; -“Só um minutinho”; -“Rapidinho”; -“Só um pouquinho”…diminutivo em português

Vocês se lembram na época da Copa do Mundo do vídeo da Coca-Cola? Nele, falavam dessa nossa característica de forma lúdica e descontraída. (Todos Falamos Portuguesinho). É importante ressaltar que o uso do diminutivo em português nem sempre indica a diminuição do tamanho. Tudo irá depender do contexto: pode ser a manifestação da emoção e das intenções do falante.

O principal morfema da Língua Portuguesa para formação do diminutivo em português é -“inho(a)”. Porém temos outras formas, como por exemplo, meu pai para ser carinhoso sempre me chama de filhota (-ote(a)), que quer dizer filhinho(a).

Alguns exemplos do uso do diminutivo em português:

 

casinha - diminutivo em português

1. Casinha*: Duas amigas se encontram e uma delas chama a outra para ir a sua “casinha” (seria um diminutivo afetuoso, de aconchego). A amiga ao chegar, e perceber que era na realidade uma casa muito grande, exclama: -“Que casinha, hein…”

 

cafezinho - diminutivo em português

2. Cafezinho*: às vezes convidamos alguém para um “cafezinho”, mas na realidade é um lanche completo ou uma grande caneca de café. (E algumas vezes somente uma desculpa para podermos conversar um pouco de forma descontraída).

*Vimos as palavras casinha e cafezinho. Quando usar -s ou -z? É muito fácil! Quando a palavra for escrita com a letra -s (casa, mesa…), nós devemos manter essa letra para a formação do diminutivo (casinha; mesinha). Se a palavra não tiver uma letra -s, então a formação do diminutivo será com -z.

Também podemos utilizar o diminutivo em português para atenuar uma situação. Por exemplo, os alunos sempre têm um certo medo quando ouvem a palavra prova. Então, para diminuir este pavor causado pela palavra, dizemos “provinha”. (Podendo ter várias páginas, ou não… Rsrsrsrs)

atenção

Devemos tomar cuidado com o uso de algumas palavras no diminutivo, porque em determinadas situações poderia causar constrangimentos ou até mesmo ofender as pessoas e magoá-las.

Exemplo:

1. Professorinha: Eu não gostei daquela nova “professorinha”. Nesse caso o diminutivo revela ironia, desprezo ou até mesmo antipatia. (Tudo irá depender muito também da entonação utilizada para dizer a palavra).

Os diminutivos sempre deverão se analisados levando em consideração, como dito anteriormente, o contexto e a entonação usada, pois só assim se terá a noção exata de seu significado.

1. Coisinha: “Que coisinha mais linda esta roupinha de bebê!” (roupa de bebê) X “Eles brigam por qualquer coisinha” (motivo)

 

Quer aprender mais sobre o uso do diminutivo ou outro ponto gramatical?
Envie um e-mail para contato@cursovilabrasil.com.br e agende uma aula experimental gratuita!

Professora Aline Simo

Deixe seu comentário

WhatsApp chat