18 motivos para você nunca pisar em Brasília

by cursovilabrasil on 06/04/2015 No comments

18 razões para você nunca colocar os pés em Brasília

Lá só tem político e nada para fazer.

1. O céu da cidade é bonito, mas não tem nada de especial.

O céu da cidade é bonito, mas não tem nada de especial.

2. É verdade, aí vai outra foto se você não acredita:

É verdade, aí vai outra foto se você não acredita:

3. A Catedral de Brasília, primeiro monumento da cidade, é normal, sem graça.

A Catedral de Brasília, primeiro monumento da cidade, é normal, sem graça.

4. Por dentro então, nem se fala.

Por dentro então, nem se fala.

5. Aliás, a capital do país é cheia de igrejas que não merecem ser visitadas, como o santuário Dom Bosco.

Aliás, a capital do país é cheia de igrejas que não merecem ser visitadas, como o santuário Dom Bosco.

6. O carnaval é desanimado; todo mundo viaja e não fica ninguém na cidade.

O carnaval é desanimado; todo mundo viaja e não fica ninguém na cidade.

José Cruz/Agência Brasil

Bloco dos Raparigueiros em Brasília – DF

7. Dizem que lá dá para ver o horizonte de qualquer lugar, mas isso não influencia na beleza da cidade.

Dizem que lá dá para ver o horizonte de qualquer lugar, mas isso não influencia na beleza da cidade.

8. É tudo tão arrumadinho que dá até desgosto de olhar.

É tudo tão arrumadinho que dá até desgosto de olhar.

Vista da torre de TV

9. De qualquer canto da cidade dá para ver o pôr do sol. Quem gostaria de ver uma coisa dessas todos os dias?

De qualquer canto da cidade dá para ver o pôr do sol. Quem gostaria de ver uma coisa dessas todos os dias?

10. Não vá ao Congresso Nacional, lá só tem políticos corruptos e mais nada para ver.

Não vá ao Congresso Nacional, lá só tem políticos corruptos e mais nada para ver.

Em 2007, coincidindo com o centésimo aniversário de Oscar Niemeyer, o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) decidiu pelo tombamento do edifício do Congresso Nacional.

11. Também fique longe dos museus; são tão ruins que vivem vazios.

Também fique longe dos museus; são tão ruins que vivem vazios.

Museu Nacional de Brasília, também projetado por Oscar Niemeyer.

12. Nem pense em conhecer o Palácio do Planalto. É um prédio normalzinho.

Nem pense em conhecer o Palácio do Planalto. É um prédio normalzinho.

Palácio do Planalto, sede oficial do governo. Dentro tem uma biblioteca, aberta ao público, e obras de arte expostas.

13. Fã de futebol sofre na cidade, que tem um estadiozinho mequetrefe.

Estádio Mané Garrincha

14. Não sabemos de onde Brasília ganhou o título de terceiro pólo gastronômico do país, já que não tem nada de bom para comer.

Não sabemos de onde Brasília ganhou o título de terceiro pólo gastronômico do país, já que não tem nada de bom para comer.

Prato do restaurante mexicano Sí Señor, que fica no Park Shopping, em Brasília

15. Nem restaurantes legais para ir.

Nem restaurantes legais para ir.

Mangai, restaurante nordestino

16. O pior é que quem viaja pra lá não consegue lugar algum para se refrescar nos dias de calor.

O pior é que quem viaja pra lá não consegue lugar algum para se refrescar nos dias de calor.

Parque Nacional de Brasília, mais conhecido como Água Mineral pelos moradores

17. Quer opções de ecoturismo por perto da cidade? Pode esquecer que não tem.

Quer opções de ecoturismo por perto da cidade? Pode esquecer que não tem.

Cachoeira Rainha, na Chapada Imperial, a 50km do centro de Brasília, ainda dentro do Distrito Federal.

18. Afinal, Brasília fica muito distante de um qualquer cachoeira ou patrimônio natural.

Afinal, Brasília fica muito distante de um qualquer cachoeira ou patrimônio natural.

Chapada dos Veadeiros, patrimônio natural mundial, a 200 km de Brasília

Fonte: http://www.buzzfeed.com/alexandreorrico/jamais-visite-brasilia

cursovilabrasil18 motivos para você nunca pisar em Brasília

20 fotos para você entender Brasília

by cursovilabrasil on 08/02/2015 No comments

[styled_title]20 fotos para você entender Brasília[/styled_title]

Veja 20 fotos dessa cidade linda onde o Vila Brasil está localizado.

1.

O Plano Piloto da cidade possui dois eixos – o Monumental e o Rodoviário – dispostos em forma de cruz, abraçados pelo Lago Paranoá e por uma área verde.

2.

Ao longo do Eixo Rodoviário, conhecido pelos locais como Eixão, encontram-se os setores residenciais compostos pelas famosas quadras residenciais com seus blocos de comércio e serviços.

3. Pontão do Lago Sul

Pontão do Lago Sul

Os espaços de lazer, como clube esportivos, foram dispostos, ao redor do lago.

4. Clube de Golfe

Clube de Golfe

Nessa região também foram implantadas áreas de moradia, chamados residencial Lago Sul onde está localizada a Ponte JK…

5.

E Lago Norte.

6.

Para simplificar mais ainda, os nomes dos setores foram baseados nos pontos cardeais, com referência na interseção do Eixo Rodoviário com o Monumental. A nomenclatura foi encurtada com siglas: Comércio Local Norte/Sul e Sudoeste (CLN/ CLS/ CLSW); Setor Comercial Norte/Sul (SCN/ SCS); Setor de Clubes Esportivos Norte/Sul (SCEN/ SCES).

7.

O Setor de Difusão Cultural do lado norte, ou SDCN, contém o Teatro Nacional;

8.

O sul – SDCS – tem a Biblioteca Nacional e o Museu Nacional.

9.

O Setor de Diversões Norte (SDN) é endereço do Shopping Conjunto Nacional, mas há também um Setor de Diversões Sul (SDS ou Conic).

10.

Outros setores importantes que compõem a cidade são o Setor Hoteleiro Norte/Sul (SHN/ SHS); o Setor de Hotéis de Turismo Norte (SHTN); Setor Médico Hospitalar Sul (SMHS), Norte (SMHN) e Hospital Regional da Asa Norte (HRAN). E, é claro, as Superquadras, setores residenciais Norte/Sul e Sudoeste (SQN/ SQS/ SQSW), conhecidas e copiadas internacionalmente.

11.

Quanto à numeração urbana dentro dos setores residenciais, a referência deve ser o Eixo Monumental, distribuindo-se a cidade em metades Norte e Sul, as quadras seriam assinaladas por números, os blocos residenciais por letras, e, finalmente, o número de apartamentos na forma usual, assim, por exemplo: N-Q3 – L – ap. 201. A designação dos blocos em relação à entrada da quadra deve seguir da esquerda para a direita, de acordo com a norma.

12.

Atualmente, a cidade continua divida por esses setores. No Setor Bancário, encontra-se até um ou outro restaurante, mas não há lojas. Na rua das farmácias, existem apenas farmácias.

13.

A cidade foi elaborada estimando-se que teria cerca de 500 mil habitantes no ano 2000. Em janeiro desse mesmo ano, mais de duas milhões de pessoas já viviam em Brasília. Algumas pessoas acham estranho o trânsito que existe em Brasília se comparado ao tamanho da cidade. A cidade feita para o automóvel já paga o preço da opção.

16. Procuradoria Geral da República

Procuradoria Geral da República

17. Palácio da Alvorada

Palácio da Alvorada

18. Torre de TV Digital (Flor do Cerrado)

Torre de TV Digital (Flor do Cerrado)

20. Minhocão UNB

Minhocão UNB

Esta lista foi retirada do site: http://www.buzzfeed.com/guibertrand/20-fotos-para-voca-entender-brasalia-x7pj

cursovilabrasil20 fotos para você entender Brasília

22 coisas que quem mora em Brasília vai ou precisa entender

by cursovilabrasil on 08/02/2015 No comments

[styled_title]Veja as 22 coisas que quem mora em Brasília vai ou precisa entender[/styled_title]

O site Buzzfeed publicou uma lista muito interessante sobre coisas de Brasília. Se você já é um morador da cidade ou se pretende mudar para cá, é interessante ler os itens apresentados, eles dizem muito sobre essa cidade linda! Confir:

1. Dizer que “o céu é o mar de Brasília”. Há até uma proposta de tombamento do céu da cidade como patrimônio cultural.

2. Saber que os carros vão parar na faixa de pedestres quando alguém quiser atravessar. Sempre.

3. Achar normal umidade do ar em 10% ou, às vezes, até menos. Enquanto isso, em São Paulo, todo mundo fica desesperado quando o índice atinge 19%.

Tempestade de poeira em Brasília / Via @jemmacedo

4. Chamar radar de velocidade de “pardal”.

5. Fazer rodinha de violão à noite perto da tocha na Esplanada dos ministérios.

6. Responder “pizza Dom Bosco” ou “pastel da Viçosa” quando perguntam qual é a comida típica da cidade.

Zuleika de Souza/CB

7. Sair de casa de regata e bermuda, mas levar um casaco e um guarda-chuva no carro.

8. Não abrir mão de ter um carro, aliás (ou sofrer muito com o transporte público precário).

9. Encontrar lugares por setores e endereços que são coordenadas cartesianas, que parecem um mistério para quem não é de Brasília.

Correio Braziliense

10. Chamar bicicleta de “magrela” ou “camelo”.

11. Apelidar ônibus de “baú” e achar a gíria muito melhor do que “busão”, como chamam em outras cidades.

12. Ouvir o tempo todo as perguntas “você conhece a Dilma? E o Lula?”

EBC

“Sim, jogo bola com ele todo final de semana”.

13. Falar o tempo todo “véi”, que é parecido com o “meu” de São Paulo. A entonação pode dar vários sentidos para a gíria.

14. Falar que algo ruim é “paia”.

15. Ver a cidade toda florida em setembro, época de florescimento dos Ipês.

16. Ir à feirinha da Torre de TV e saber que lá dá para comer um acarajé baiano, uma pamonha mineira ou tomar um tacacá paraense.

17. Ter sotaque difícil de identificar por pessoas de outras cidades, pois Brasília é feita de pessoas de diferentes regiões.

18. Ver a imagem abaixo e imediatamente saber que é de Athos Bulcão, pintor, escultor e desenhista brasileiro que deixou sua marca em diversos prédios de Brasília.

André Dusek/AE

19. Passar em frente ao shopping Pátio Brasil e lembrar da época em que adolescentes emos reuniam-se em frente; local chegou a registrar 13 suicídios de jovens, que se jogavam dos andares mais altos.

20. Dizer que “Brasília é um ovo de codorna” quando te apresentam alguém que você já conhece.

21. Estar atrasado para algum compromisso e dizer que “está na ponte” quando ligam e perguntam “cadê você?”.

22. Rir do terno do Messi na premiação da Bola de Ouro de 2014 (a roupa parecida com a dos garçons do Beirute, bar tradicional da cidade):

Ed Alves/CB

Estes aí sim, batem um bolão.

Lista retirada do site: http://www.buzzfeed.com/alexandreorrico/coisas-que-so-quem-mora-em-brasilia-faz

cursovilabrasil22 coisas que quem mora em Brasília vai ou precisa entender

Festival em Brasília exibe cem curtas gratuitamente

by cursovilabrasil on 16/12/2014 No comments

[styled_title]Festival em Brasília exibe cem curtas com entrada franca[/styled_title]

A terceira edição do Festival Curta Brasília chega à capital e apresenta um panorama com o total de cem curtas. As sessões acontecem no Cine Brasília, de 18 a 21 de dezembro e, além da exibição de filmes, a programação conta com debates e oficinas. Todas as atrações têm entrada franca.

Saiba mais em:
http://www.curtabrasilia.com.br

 

cursovilabrasilFestival em Brasília exibe cem curtas gratuitamente

Exposição Mário de Andrade – Cartas do Modernismo

by cursovilabrasil on 16/12/2014 No comments

[styled_title]Exposição Mário de Andrade – Cartas do Modernismo[/styled_title]

Exposição, no Museu Nacional dos Correios, exibe cartas de Mário de Andrade para grandes artistas. Cartas, imagens, fotos e textos apresentados na mostra traçam um panorama da implantação e expansão do Modernismo no Brasil.

A entrada é gratuita e as cartas ficarão expostas de de 30/10 a 04/01 ( Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 10:00 às 19:00 e Sábados e Domingos das 12:00 às 18:00)! Veja mais informações no site:

https://catracalivre.com.br/brasilia/agenda/gratis/exposicao-exibe-cartas-de-mario-de-andrade-para-grandes-artistas

 

cursovilabrasilExposição Mário de Andrade – Cartas do Modernismo

Kandinsky: tudo começa num ponto

by cursovilabrasil on 28/10/2014 No comments

[styled_title] Kandinsky: tudo começa num ponto[/styled_title]

Público vai mergulhar nas raízes do pensamento criativo do artista por meio de textos, sons e imagens

cursovilabrasilKandinsky: tudo começa num ponto

Conheça Brasília – Museu Nacional

by cursovilabrasil on 15/09/2013 No comments

museu1O Museu Nacional Honestino Guimarães, conhecido simplesmente como Museu Nacional, é localizado na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Foi inaugurado em 2006 e foi concebido pelo arquiteto Oscar Niemeyer. O espaço é utilizado para exposições itinerantes, palestras, mostra de filmes, seminários e eventos importantes da cidade.

O Museu Nacional forma, junto com a Biblioteca Nacional, o Conjunto Cultural da República (que ocupa o espaço de 91.000 m², sendo 11.000 m² em área edificada) e é aberto para visitação de terça a domingo, das 9h às 18h30.

Fonte: http://www.sc.df.gov.br

Learn Portuguese with us

cursovilabrasilConheça Brasília – Museu Nacional

Vila Brasil na Chapada Imperial

by cursovilabrasil on 28/08/2013 No comments

Neste último final de semana o Vila Brasil – Português para estrangeiros realizou um passeio para a Chapada Imperial, uma reserva ecológica próxima a Brasília. Como não poderia deixar de ser, o passeio foi ótimo! Foram professores, alunos e amigos, estrangeiros e brasileiros. Veja como foi:

          Learn Portuguese with us

cursovilabrasilVila Brasil na Chapada Imperial

Conheça Brasília – Ponte JK

by cursovilabrasil on 27/08/2013 No comments

ponte

A Ponte JK (Juscelino Kubitschek) ou Ponte do Lago, liga o Lago Sul, Paranoá e São Sebastião ao centro de Brasília, passando por cima do Lago Paranoá. Foi inaugurada em 15 de dezembro de 2002 e conta com passarelas laterais para a travessia de ciclistas e pedestres.

Seu arquiteto, Alexandre Chan, recebeu em 2003 a Medalha Gustav Lindenthal, concedida pela Sociedade dos Engenheiros do Estado da Pensilvânia, Estados Unidos, sendo considerada a ponte mais bonita do mundo. Seus arcos reproduzem o movimento de uma pedra quicando sobre o espelho d’água.

Want to learn portuguese?

cursovilabrasilConheça Brasília – Ponte JK

Você conhece as siglas de Brasília?

by cursovilabrasil on 24/08/2013 No comments

brasilia

Mesmo para os nativos de Brasília, algumas siglas dos endereços podem soar bem estranhas. E o mais curioso: muitas vezes são setores que estão do nosso lado e não fazíamos ideia!

SQS e SQN tá fácil… mas e SGON e SAIS? Você sabe onde fica? Vamos te ajudar:

SAIN – Setor de Áreas Isoladas Norte. Mais conhecida por “lá no camping”.

SAIS – Setor de Área Isoladas Sul. Parece longe, mas é aquela região onde fica a Sociedade Hípica.

EMI – Esplanada dos Ministérios. Talvez muitos não tenham usado essa sigla antes, mas todos sabem onde fica a Esplanada.

SGON – Setor de Garagens e Oficinas Norte. É o setor que fica logo depois do Palácio do Buriti, vizinho ao Memorial JK.

SDN – Setor de Diversões Norte. Teatro Nacional e Rodoviária estão situados no SDN.

Alguma que você gostaria de compreender melhor? Deixe sua dúvida nos comentários!

Fonte: http://www.qualquadra.com.br/brasilia/detalhe.asp?c=6

cursovilabrasilVocê conhece as siglas de Brasília?